UMA ÁRVORE PLANTADA JUNTO ÀS CORRENTES DE ÁGUAS (jr)

Referência Bíblica

Salmos 1:1,3 - Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores... Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem sucedido.

Jeremias 17:7,8 - Bendito o homem que confia no SENHOR e cuja esperança é o SENHOR. Porque ele é como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e, no ano de sequidão, não se perturba, nem deixa de dar fruto.

Texto explicativo

Os textos bíblicos acima transcritos, embora escritos em época diferentes, por diferentes autores, tratam a respeito da mesma coisa. Aqui vemos a diferença entre homens (cristãos) que vivem uma vida cristã séria e aprofundada no Senhor e aqueles que não buscam a Deus ou que o buscam de maneira superficial.

O texto de Salmo 01 trata da diferença entre um crente e um ímpio, mas o texto de Jeremias 17 fala da diferença dentre os da própria fé. O prazer destes (dos filhos do Senhor) está na lei do Senhor e nela medita de dia e de noite. Aqui é-nos dito que tais pessoas são como árvores plantadas junto a correntes de águas... Se alguém confia no Senhor, ele não apenas bebe das águas vivas, como também estende suas raízes para o interior da terra úmida. Isto é, aprofunda-se no conhecimento de Cristo Jesus e de Sua palavra. Aqueles que mais confiam no Senhor são aqueles que mais buscam conhecê-Lo. Tais pessoas não apenas fazem diferença dos que são ímpios, mas também fazem diferença dentre os da própria fé. Alguém assim não se contenta em apenas vir às reuniões, mas, além disso, tem uma busca individual diária aprofundada em Cristo. Por apreciar tanto a palavra profetizada, ele quer aprofunda-se mais e mais, indo à Bíblia, orando e refletindo a respeito do que foi dito nas grandes reuniões.

Como diz o texto, quem assim estende as suas raízes também não receia quando vem o calor, não teme quando vêm os sofrimentos. Uma tradução em espanhol define ainda melhor a condição do homem que aprofunda suas raízes no Senhor: Ele, “não vê quando chega o calor”. Ou seja, tal pessoa estará tão suprida pelo Senhor que nem percebe o calor chegar. Ela não será afligida pelo sofrimento que eventualmente chega a sua tenda. As pessoas ao seu redor podem até dizer a seu respeito: ”que situação difícil! Quanto sofrimento ele está passando!” Porém ele mesmo não vê e nem sente tais pressões ao seu redor, pois o desfrute de Deus é muito maior do que qualquer sofrimento. Irmãos e irmãs, por isso não basta não sermos como os ímpios de Salmos 01. Além disso, precisamos ser cristãos que fazem diferença em nosso próprio meio. Mas, fazer diferença não significa cair em disputas insensatas de uns com os outros; ao contrário, significa ter uma vida secreta com o Senhor, cheia de desfrute, cheia de gozo e aprofundamento em sua palavra. Mediante tal viver podemos suprir vida uns aos outros. Sejamos, pois, como uma árvore plantada junto às correntes de águas e que dá o seu fruto no seu devido tempo.
 
Pedro Júnior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

copyright © . all rights reserved. designed by Color and Code

grid layout coding by helpblogger.com