MENU

sábado, 31 de agosto de 2013

Apagão de valores

(1) Muito se fala no apagão ocorrido ontem, este apagão pode nos levar a pensar em outro aspecto, o apagão de valores, será que estamos no rumo certo? tenho observado que os valores de boa parte dos cidadão estão distorcidos. a midia colabora para uma inversão de valores.onde comportamentos inadequados são valorizados. 

estive dirigindo nesta noite, e vi que sem luz as coisas não andam bem. com semáforos apagados motoristas tinham que ter cuidados redobrados para não acontecer acidentes. pedestres deveriam ser respeitados. as pessoas tiveram que parar os carros para deixar os pedestres passarem. ou seja os valores internos é que prevaleceram. a amabilidade e a sociabilidade. 

Quem presenciou o apagão de ontem percebeu que as trevas não é uma coisa boa. jesus mesmo falou: 

Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida”. João 8:12 

(2)Você está andando na luz ou nas trevas? Você consegue ver seu caminho claramente ou fica tropeçando num caminho incerto? Jesus quer que O sigamos corajosamente. Talvez o caminho não seja sempre fácil, mas o destino é seguro, e seu caminho pode ser seguro. Além de tudo, você nunca terá que usar uma lamparina a noite – você está seguro que mesmo na mais profunda escuridão, terá a luz dEle, a única luz que dá vida. 

(1) Luciano Soares (2) texto extraido de www.getsemani.com.br 

Apagão de valores

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

"O que a Bíblia diz sobre a fofoca?"

A palavra hebraica traduzida como “fofoca” no Antigo Testamento é definida como “alguém que revela segredos; que age como um fofoqueiro ou traficante de escândalo." Um fofoqueiro é uma pessoa que tem informações privilegiadas sobre outras pessoas e revela essa informação àqueles que não precisam saber. Os fofoqueiros falam dos erros e defeitos dos outros, ou revelam detalhes potencialmente embaraçosos ou vergonhosos sobre a vida alheia sem o seu conhecimento ou aprovação. Mesmo se não tiverem má intenção, ainda é fofoca.
Qualquer pessoa pode acabar participando de uma fofoca ao repetir algo escutado em segredo. O livro de Provérbios tem uma longa lista de versículos sobre os perigos da fofoca e potencial dano que pode resultar. "O que despreza o seu próximo carece de entendimento, mas o homem entendido se mantém calado. O mexeriqueiro revela o segredo, mas o fiel de espírito o mantém em oculto" (Provérbios 11:12-13).

O que a Bíblia diz sobre a fofoca

Não permita que ninguém lhe proíba de fazer o bem.
O mandamento maior é o Amor. 
Este é Divino e está acima de qualquer estatuto humano.
Muitos ao se agarrar a vaidade de possuir uma estrela, acabam abrindo mão da verdadeira Luz...
" Mesmo um copo d'água, servido a um desses pequeninos em meu nome, não ficará sem galardão..." Disse o Mestre.
Faça o bem e a Luz que é o próprio bem iluminará a sua vida.
 

José lucio souza


Faça o bem e o bem iluminará a sua vida

Riscos e Resgate

            Grace Darling, a filha do zelador de um farol, viu um naufrágio e os sobreviventes perto da praia, no dia 7 de setembro de 1838. Ela e seu pai, juntos, corajosamente remaram seu barco por 1,60 km em águas agitadas para resgatar muitas pessoas. Grace se tornou uma lenda por seu coração compassivo e mão firme ao arriscar sua vida para salvar outros.
            O apóstolo Paulo nos fala de outro homem e mulher que correram riscos para resgatar outros. Ele escreveu sobre Priscila e Áquila, seus colaboradores em Cristo, que “… arriscavam a sua própria cabeça; e isto lhes agradeço, não somente eu, mas também todas as igrejas dos gentios” (Romanos 16:4).
            Não nos é dito exatamente a que “riscos” Paulo se referia, mas sabendo que espancamentos, aprisionamento, naufrágios e ameaças de morte eram tão comuns no ministério dele, não é tão difícil imaginar como este casal poderia ter se colocado em caminhos perigosos para ajudar o seu amigo. À primeira vista, o resgate de Paulo era mais importante para eles do que a sua própria segurança.
            Resgatar os outros – seja do perigo físico ou espiritual – geralmente vem com um risco. Mas quando corremos o risco por alcançar aos outros, refletimos o coração do nosso Salvador que desistiu de muito por nós.

FONTE:
H. Dennis Fischer

Riscos e Resgate

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Luzes Acesas
"Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que
vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que
está nos céus" (Mateus 5:16).

Um grupo de amigos saiu para pescar em um pequeno barco. No
início da noite, resolveram encerrar a pescaria e voltar
para casa. De repente, um forte vento, seguido de uma
violenta tempestade, os apanhou no caminho, arrastando-os
mar adentro. Sem controle, eles permaneceram no mar até a
manhã seguinte. Quando foram encontrados, falaram quase que
em uníssono: "Nós só não perdemos as esperanças porque
conseguíamos ver pequenas luzes na costa, o que nos garantia
que não estávamos completamente perdidos".

Muitas pessoas estão vivendo no mundo, sem fé e esperanças,
sem sonhos e objetivos, caminhando sem rumo e sem a
expectativa de chegar a lugar algum. E de que eles mais
necessitam? De uma pequena luz que lhes garanta que não
estão completamente perdidos.

Foi para isso que o Senhor Jesus nos chamou -- para ser luz
do mundo. Enquanto os filhos de Deus entenderem sua missão,
não haverá perdidos que não sejam encontrados, não haverá
incrédulos que não possam encontrar seu caminho de fé, não
haverá derrotados que não possam, a qualquer momento, chegar
ao porto de suas vitórias.

Uma pequena luz desfaz qualquer escuridão. Por menor que
seja, alegra o coração mais desalentado. Mesmo que seja bem
fraca, acaba com as mais poderosas trevas.

Se todos nós, filhos do Deus de amor, mantivermos nossas
lâmpadas espirituais acesas, os barcos do desânimo receberão
os remos da fé, serão guiados pelo fulgor das bênçãos de
Deus, encontrarão o caminho da salvação.

Eu quero ser sempre uma luz acesa. E você, quer ser também
uma luz acesa, para que aqueles que estão perdidos
encontrem, através de você, o caminho de Deus e da felicidade?

Luzes Acesas

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Cansado da Vida
Este será lembrado como um dos casos mais confusos de pessoa desaparecida.
Em agosto de 1930, Joseph Crater, de quarenta e cinco anos de idade, deu adeus aos seus amigos. Após um jantar num restaurante em Nova Iorque, chamou um taxi, e foi embora. Nunca mais ninguém o viu ou mesmo ouviu falar dele.
Cinquenta anos de procura ofereceram inúmeras teorias sobre o caso, mas nenhuma conclusão. Uma vez que Crater era bem-sucedido Juiz da Corte Suprema de Nova Iorque, muitos suspeitaram de assassinato, mas uma pista concreta nunca foi achada. Outras opções foram apresentadas: sequestro, envolvimento mafioso, ou até mesmo suicídio.
Uma procura em seu apartamento revelou uma idéia. era um bilhete anexado em um cheque, e ambos foram deixados para sua esposa. O cheque era de um valor considerável, e o bilhete dizia, "Eu estou muito cansado. Com amor, Joe".
O bilhete poderia ser nada mais do que um pensamento no final de um dia difícil. Ou isso poderia significar algo maior - o epitáfio de um homem desesperado.
O cansaço é algo violento. Eu não quero dizer o cansaço físico que vem ceifar a relva ou o cansaço mental após um difícil dia de pensamentos e decisões. Não, o cansaço que atacou o Juiz Crater é muito pior. Este é o cansaço que vem somente antes de você desistir. Aquela sensação de real desespero. É o pai desanimado, a criança abandonada, ou o aposentado com o tempo em suas mãos. É aquele estágio da vida em que a motivação desaparece: as crianças cresceram, perdeu-se um emprego, etc... O resultado é o cansaço - cansaço profundo, solitário e frustrado.
Na história, somente um homem alegou ter a resposta para isso. Ele se coloca diante de todos os Joseph Craters que existem no mundo com a mesma promessa: " Vinde a mim todos vós que estais cansados... e eu vos aliviarei" (Mateus 11:28)."
Max Lucado

Cansado da Vida

domingo, 25 de agosto de 2013

O invejoso, ao invés de aceitar suas carências ou perceber seus desejos e capacidades e assim desenvolvê-los, odeia e deseja destruir todas as pessoas que, como um espelho, lembrem-no da sua privação. Em outras palavras, a inveja é a raiva vingadora do impotente que, em vez de lutar por seus anseios, prefere eliminar a concorrência.
A inveja tem inúmeras formas de expressão: críticas, ofensas, dominação, rejeição, difamação, agressões, rivalidade, vinganças. O psicoterapeuta espanhol José Luis Cano assinala que “na escala individual, a inveja costuma ser parte de muitos transtornos psicológicos e de personalidade; nas relações profissionais e de casal, ela está envolvida em muitos conflitos e rupturas; e na escala social e política, sua influência é imensa”.

A Inveja

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida. (João 8:12)

Jesus veio dar luz a um mundo obscuro.

Leitura: João 8:12-20.

O Dom da Luz

            Sir Christopher Wren projetou e construiu mais de 50 igrejas em Londres no final do século 17. O estilo de seu projeto tinha duas características proeminentes – a primeira delas eram os campanários fortes e altos. A segunda, no entanto, era mais profunda. Wren estava convencido de que todas as janelas em suas igrejas precisavam ter vidro transparente em contraste aos vitrais coloridos tão populares nas igrejas daquela época. Em parte, o seu motivo para a escolha do vidro transparente está em suas palavras: “O maior presente de Deus ao homem é a luz”. Permitir que a luz banhasse as pessoas enquanto elas adoravam era, para Wren, uma celebração deste presente.
            No relato do livro de Gênesis, no primeiro dia da criação Deus fez a luz (Gênesis 1:3). A luz que Deus criou é muito mais do que simplesmente um meio de enxergar. É uma imagem do que Cristo trouxe quando veio a este mundo obscuro. No livro de João 8:12, o nosso Senhor disse: “… Eu sou a luz do mundo: quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida”. Para o seguidor de Cristo, a luz é um dos grandes lembretes do caráter do nosso Salvador e da qualidade de vida que Ele nos deu por meio de Seu sacrifício na cruz.
            Wres estava certo. A luz é o maior presente de Deus ao homem – Jesus Cristo, a luz do mundo!

FONTE:
William E. Crowder

O Dom da Luz

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Amanhã só colheremos os frutos das sementes que plantarmos hoje.
 
Quando as oportunidades baterem à sua porta, antes de dizer não com um monte de desculpas que nem você mesmo acredita, olhe para o alto.
 
Deus, que olha por nós,
Vai plantar no nosso caminho, vai nos da coragem.
Vai nos motivar e nos empurrar quando for preciso.
 
Ele nunca nos prometeu um caminho sem dificuldades,
um mundo sem aflições, mas nos disse para termos bom ânimo.
 
"Não temas, pois estou contigo. Não te espantes, pois sou o
Teu Deus. Eu te fortaleço e te ajudo e
te sustento com minha destra fiel”(Isaías 41:10)
 
“Feliz é o povo cujo Deus é o Senhor”
 

Colheita

terça-feira, 20 de agosto de 2013

A Âncora da Esperança

            Eu e dois amigos estávamos pescando peixes-lua em um lago em Ontário, Canadá. Estávamos num barco com um dispositivo flutuante, e os peixes realmente estavam mordendo a isca. Ocupados lançando as iscas e fisgando, demoramos para notar que o motor tinha reduzido a velocidade. E percebemos o por quê; o barco não estava mais parado onde nós o havíamos colocado. Um forte vento o tinha empurrado pela água. A âncora não pode nos segurar e estava deslizando pelo fundo do lago. Puxamos âncora, retornamos ao local inicial e reancoramos. Fomos arrastados novamente. Após uma terceira tentativa, voltamos para a margem. Não conseguimos fazer nossa âncora se fixar.
            Quando se trata de nossa salvação, nossa esperança está ancorada na promessa de Deus e na obra de Jesus Cristo. Os ventos e as ondas de dúvida, desencorajamento e ataque espiritual do maligno podem fazer-nos pensar que estamos à deriva, nos afastando da salvação e que a salvação de Deus não está garantida. De modo algum! Deus deu Sua promessa de que a nossa salvação está garantida e Ele não pode mentir (Hebreus 6:18-19). Nossa esperança está firmada seguramente em Jesus Cristo que nos redimiu de uma vez por todas quando morreu, ressuscitou e ascendeu ao céu.
            Nossa âncora é a Rocha inabalável – Jesus Cristo. O Seu amor ilimitado nos mantém firmes e confiantes.

FONTE:
David C. Egner

A Âncora da Esperança

Lembre-se de largar o copo

Uma psicóloga falando sobre gerenciamento do estresse em uma palestra levantou um copo d'água. Todos pensaram que ela perguntaria "Meio cheio ou meio vazio?". Mas com um sorriso no rosto ela perguntou "Quanto pesa este copo de água?"

As respostas variaram entre 100 e 350g.

Ela respondeu "O peso absoluto não importa. Depende de quanto tempo você o segura. Se eu segurar por um minuto, não tem problema. Se eu o segurar durante uma hora, ficarei com dor no braço. Se eu segurar por um dia meu braço ficará amortecido e paralisado. Em todos os casos o peso do copo não mudou, mas quanto mais tempo eu o segurava, mais pesado ele ficava". Ela continuou: "O estresse e as preocupações da vida são como aquele copo d'água. Eu penso sobre eles por um tempo e nada acontece. Eu penso sobre eles um pouco mais de tempo e eles começam a machucar. E se eu penso sobre eles durante o dia todo me sinto paralisada, incapaz de fazer qualquer coisa".

É importante lembrar de deixar seu estresse de lado. No começo da noite você pode largar todos os seus fardos. Não os carregue durante toda noite até ir para a cama. Lembre-se de largar o copo!

Lembre-se de largar o copo

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Plaquinhas que falam de amor estão invadindo o recife, Com o projeto plante amor e colha o
bem o jornalista rafael mattos espalha plaquinha com frases que falam de amor, paciência no trânsito,
bondade, tolerância.

em sua bicicleta, o jornalista em suas horas de folga dá asas ao projeto plante amor e colha o
bem, ele desenha, escreve e pinta na hora as plaquinhas com material retirado do lixo.

um projeto e tanto, parabéns ao rafael mattos pela iniciativa

assista ao video sobre o projeto .plante amor e colha o
bem


plante amor e colha o bem

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Pensamentos Mordazes

            Há muitos anos, meu pai e eu fizemos uma longa caminhada pela região de Big Bend no Texas, EUA. Atualmente, a região é um parque nacional, mas naquela época era um lugar hostil.
            Certa noite estávamos abrindo nossos sacos de dormir quando um casal, acompanhado de seu cachorro, nos perguntou se poderiam acampar por perto. Nós os saudamos e fomos nos deitar. O casal amarrou o seu cachorro a uma estaca ao lado de sua barraca.
            Algumas horas depois, meu pai cutucou-me até eu acordar e apontou sua lanterna para a escuridão. Nós vimos pares de olhos amarelos surgindo das sombras, iluminados pela luz. Uma alcatéia de coiotes mordazes e rosnadores estava cercando o cachorro. Embora os tivéssemos afugentado e os nossos vizinhos tivessem colocado o cachorro dentro da barraca, não dormimos direito.
            Penso nessa noite quando leio o Salmo 59 e vejo a imagem que Davi utilizou por duas vezes: “Ao anoitecer, uivam como cães…” (Salmo 59:6,14). Davi estava pensando no exército de Saul que lhe fechava o cerco. Medito nos pensamentos que retornam para nos ameaçar, ao anoitecer; mordazes e rosnando: “Você é um imbecil, um fracasso, inútil. Quem precisa de você?”
            Quando temos tais pensamentos, podemos nos deleitar no amor de Deus que é incondicional e eterno. Sua dedicação resoluta é o nosso refúgio na noite escura repleta de dúvida pessoal e medo (Salmo 59:16).

FONTE:
David H. Roper

Pensamentos Mordazes