MENU

terça-feira, 20 de abril de 2010

A diferença entre ser um membro e ser um cristão (jr)

with 0 comentários
Versículos da Bíblia

Rm 12: 5 - assim também nós, conquanto muitos, somos um só corpo em Cristo e membros uns dos outros.

1C0 12: 14 - Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos.

Texto explicativo

As Escrituras nos mostram que cada termo bíblico tem o seu próprio significado. Por exemplo, no que tange aos filhos de Deus, há uma nítida diferença entre ser membro e ser um cristão. Tanto o termo membro quanto o termo cristão ambos dizem respeito àquelas pessoas que já creram no Senhor Jesus e tornaram-se filhos de Deus. Entretanto cada expressão tem o seu significado próprio. Ser cristão é algo que está no plano individual, ao passo que ser membro diz respeito a algo que está no plano coletivo. Para ser cristão basta crer e receber a salvação em Cristo Jesus, ao passo que ser membro diz respeito à nossa vinculação ao corpo de Cristo. Precisamos crescer espiritualmente ao ponto de sermos transportados da simples condição de cristão à condição de membros do corpo de Cristo.

Na Bíblia, há muitos termos com significados opostos entre si, tais como pureza e impureza, ser santo e ser comum, vitória e derrota, o Espírito e a carne, Cristo e Satanás, o reino e o mundo, glória e vergonha. Todos são opostos entre si. No mesmo sentido, o termo corpo está em oposição ao individuo. Assim como o Pai é oposto ao mundo, o Espírito é oposto à carne, o Senhor é oposto ao diabo, também o Corpo é oposto ao individuo. Uma vez que uma pessoa vê o Corpo de Cristo, ela imediatamente estará livre do individualismo, e já não viverá a vida cristã para si mesma, mas para o Corpo. Uma vez libertado do individualismo, espontaneamente estaremos no Corpo. Muitos cristãos buscam o crescimento, mas o crescimento é algo que deve levar-nos a uma visão e viver prático de membro do corpo.

Em Atos 2 temos um exemplo: Pedro aparentemente pregava o evangelho sozinho e três mil foram salvos por seu intermédio. Mas devemos lembrar-nos que os outros onze apóstolos estavam ali com ele. Se tivermos a visão do corpo, veremos também que era o Corpo de Cristo que estava ali pregando o evangelho. Aquilo não era a pregação de um único individuo. Se percebermos que cada cristão não é nada mais e nem nada menos do que um membro do corpo, não nos orgulharemos mais, e jamais teremos qualquer sentimento de vanglória. Mesmo que centenas ou milhares de pessoas sejam salvas através de nossa pregação, não nos orgulharemos, pois estaremos na visão do corpo. A realização da obra de Deus não depende de único individuo ainda que o resultado pareça estar com ele. Por trás de um membro correto e adequado estará sempre a expressão do corpo de Cristo. Aleluia! Por um lado, cremos no Senhor e tornamo-nos cristãos. Mas a Bíblia relata-nos que fomos também batizados em um único corpo (1Co 12:13).
 
Pedro Júnior

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!