quarta-feira, 7 de julho de 2010

Depressão Tragedia no Trem

Uma mulher e seus dois filhos foram atingidos por um trem, no Loteamento Santa Joana, em Dois Carneiros, Jaboatão dos Guararapes, na tarde de
ontem. Tatiane Maria de Oliveira, de 22 anos, e o filho Isaac Fabrício Mariano de Oliveira, 3, foram atropelados e morreram na hora. Já Israel Mariano de Oliveira, 2 anos, foi socorrido por um helicóptero da Polícia Rodoviária Federal (PRF)
para o Hospital da Restauração, no Recife, onde está internado.

De acordo com o inspetor da Polícia Ferroviária Federal (PFF), Marcílio José Luiz, o pai dos meninos, Isaac Mariano Pereira, contou que sua
companheira sofria de depressão e tomava remédio controlado e, portanto, suspeita que ela tenha cometido suicídio e também atirou os filhos para
que morressem junto com ela. "Ele contou que ela já tinha tentado se matar em outras duas ocasiões da mesma forma, se jogando na frente do metrô, mas das outras vezes
testemunhas conseguiram livrá-la.
Noticia na integra: http://www.diariodepernambuco.com.br/2010/07/06/urbana18_0.asp

Como ajudar um conhecido, ou familiar que sofre de depressão?

A coisa mais importante que alguém pode fazer por uma pessoa deprimida é ajuda-lo(la) a se submeter a um diagnostico e a um tratamento adequado. As vezes, pode ser necessário marcar uma consulta e acompanha-lo(la) ate o psicólogo.

Oferecer apoio emocional. Isto envolve compreensão, paciência e encorajamento. Procure conversar com a pessoa que está sofrendo de depressão e escute-o (a) com atenção. Não menospreze os sentimentos expressos, porem chame atenção para a realidade e ofereça esperança. Referencias de suicídio são importantes. Devem sempre ser relatadas para o profissional.

Incentive e faca companhia para caminhadas, passeios, esportes, atividades que anteriormente lhe proporcionavam prazer, como passatempos, atividades culturais ou religiosas. A pessoa que esta depressiva necessita de incentivo, porem cobrar demais dele(a) pode piora-lhe a sensação de fracasso.

Não acuse de se fingir de doente ou de ser preguiçoso, nem sempre espere que ocorra uma mudança de uma hora para outra. Com o tempo e tratamento adequado, a maioria das pessoas tender a melhorar substancialmente. Tenha isso em mente e procure reafirmar que com o tempo e ajuda profissional, ele(a) se sentirá melhor.