MENU

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

SER

with 0 comentários
SER

É ilusão
A que escolheres
A que tua mente projetar
Magro
Gordo
Feio
Bonito
Pobre
Rico

Da mente projetada
É matéria
Ilusória
Etérea
Efêmera

Doente
Soberba
Humilde

É casulo
Guardando a larva
És recipiente
Segurando a essência
É templo
Cheio de Divindade
É oráculo
Por ser Verbo
És Divino
Por seres filho de Deus

Luz do Sol
Penetra em Pântanos
Porões pútridos
Ilumina
Desinfeta
E nem um só
Lúmen teu
Se contamina

E tu, Ser.
És maior,
Pois guarda e és
Luz Divina.

Ronald Martorano Bathke

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!