MENU

sábado, 12 de março de 2011

mensagem a pedra

with 1 comentários
A Pedra (mensagem a pedra)

O distraí­do nela tropeçou…

O bruto a usou como projétil.

O empreendedor, usando-a, construiu.

O camponês, cansado da labuta, dela fez assento.

Para meninos, foi brinquedo.

Drummond a poetizou.

Já David matou Golias, e Michelangelo extraiu-lhe a mais bela escultura…

E em todos esses casos, a diferença não esteve na pedra, mas no homem!

Não existe “pedra” no seu caminho que você não possa aproveitá-la para o seu próprio crescimento.

comente a mensagem a pedra

1 comentários:

  1. Antonio Pereira (Apon) disse...

    Olá Luciano.

    O poema acima é de minha única e exclusiva autoria e foi publicado em 1999 no meu livro intitulado: Essência. Descobri que ele tinha sido copiado do meu site e estava circulando como de autor desconhecido e  ou com o nome de outros dois supostos autores, que assinavam uma versão modificada do mesmo. A aparição dele no meu blog e no "Recanto", se dão de acordo com a criação do blog e da minha entrada no Recanto das letras. Infelizmente, a WEB está infestada de usurpadores e criaturas de caráter deficitário.

    Os sites e blogs, que por desconhecimento, postaram o texto com os citados problemas, quando esclarecidos, prontamente realizaram as devidas correções.

    Peço ao amigo leitor, que encontrando esse ou outro de nossos escritos sem os devidos créditos. Nos comunique e ao responsável da página equivocada.

    o endereço do meu site é o http://www.aponarte.com.br

    O endereço com a forma original do poema é:http://www.aponarte.com.br/2007/08/pedra.html

    Lembramos que plágio é crime previsto na legislação de direitos autorais e propriedade intelectual.

    Um abração.

    Antonio Pereira (Apon)

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!