MENU

quarta-feira, 3 de março de 2010

Aproveitar a Vida
Você aproveita a vida?
 
É muito comum ouvir as pessoas, e principalmente os jovens, dizendo que querem aproveitar a vida. 
 
E isso geralmente é usado como desculpa para eximir-se de assumir responsabilidades. 
 
Mas, afinal de contas, o que é aproveitar a vida? 
 
Para uns é matar-se aos poucos com as comilanças, bebidas alcoólicas, fumo e outras drogas.
 
Para outros é arriscar a vida em esportes perigosos, em noitadas.
  
Talvez isso se dê porque muitos de nós não sabemos porque estamos na Terra. 
 
E por essa razão desperdiçamos a vida em vez de aproveitá-la. 
 
Certo dia, um jovem que trabalhava em uma repartição pública na companhia de outros colegas que costumavam reunir-se todos os finais de expediente para beber e fumar a vontade, foi convidado a acompanhá-los. 
 
Ele agradeceu e disse que não bebia e que também não lhe agradava a fumaça do cigarro. 
 
Os demais riram dele e lhe perguntaram, com ironia, se a religião não lhe permitia, ao que ele respondeu: "a minha inteligência é que me impede de fazer isso". 
 
E que inteligência é essa que não lhe permite aproveitar a vida? Perguntaram os colegas. 
 
O rapaz respondeu com serenidade: "e vocês acham que eu gastaria o dinheiro que ganho para me envenenar? Vocês se consideram muito espertos, mas estão pagando para estragar a própria saúde e encurtar a vida, que para mim é preciosa demais. Observando as coisas sob esse ponto de vista, poderemos considerar que aproveitar a vida é dar-lhe o devido valor. 
 
É investir os minutos preciosos que Deus nos concede em atividades úteis e engrandecedoras.
 
Quando dedicamos as nossas horas na convivência salutar com os familiares, estamos bem aproveitando a vida. 
 
Quando fazemos exercícios, nos distraímos no lazer, na descontração saudável, estamos dando valor à vida. 
 
Quando estudamos, trabalhamos, passeamos, sem nos intoxicar com drogas e excessos de toda ordem, estamos aproveitando de forma inteligente as nossas existências. 
 
Quando realmente gostamos de alguma coisa, fazemos esforços para preservá-la. 
 
Assim também é com relação à vida. 
 
E não nos iludamos de que a estaremos aproveitando acabando com ela. 
 
Se você é partidário dessa idéia, vale a pena repensar com seriedade em que consiste o aproveitamento da vida. 
 
E se você acha que os vícios lhe pouparão a existência, visite alguém que está se despedindo dela graças a um câncer de pulmão, provocado pelo cigarro. 
 
Converse com quem entrega as forças físicas a uma cirrose hepática causada pelos alcoólicos.
 
Ouça um guloso inveterado que se encontra no cárcere da dor por causa dos exageros na alimentação. 
 
Visite um infeliz que perdeu a liberdade e a saúde para as drogas que lhe consomem lentamente. 
 
Observando a vida através desse prisma, talvez você mude o seu conceito sobre "aproveitar a vida" 
 
A vida é um poema de beleza cujos versos são constituídos de propostas de luz escritas na partitura da natureza, que lhe exalta a presença em toda parte.
 
Por consequência, a oportunidade da existência física constitui um quadro à parte de encantamento e conquistas, mediante cuja aprendizagem o espírito se embeleza e alcança os altos planos da realidade feliz.
 

Fonte: www.momento.com.br, com base no livro "Vida: Desafios e Soluções", cap. Alegria de Viver.

Aproveitar a Vida

Carpe diem

Carpe Diem, aproveite o dia presente, escreveu Horácio, um poeta guerreiro que habitou o vasto império romano, em tempos do principesco Augustus. Sensível como um barômetro, o velho Quintus Horatius Flaccus um dia elevou o olhar aos céus e captou o fluir silencioso das águas do rio tempo. A visão da transitoriedade aflorou na sentença: Carpe Diem, aproveite o dia presente, pois ele é tudo que é dado ao homem usufruir. Passado é história, água corrida que não volta. Futuro é hipótese, probabilidade apenas, incerteza e risco, impalpável demais para ser levada tão a sério.

Carpe Diem, nestas duas palavras latinas, um alerta, um conselho, uma filosofia de vida. Viver é já. Existir é hoje. Nenhum tempo além. Nenhum lugar além. Se tiver de ser, que seja eternamente agora. Ou talvez jamais, porque as águas do rio tempo não voltam - e ainda que voltassem não nos encontrariam, pois não seríamos mais os mesmos. Tudo flui, dizia Heródoto. Tudo muda. A única coisa que permanece é a improcedência. Nada é eterno, pois que tudo é chama, fluxo, incapacidade, escorregar-se, deixar de ser. Carpe Diem. Se tiver de viver, que seja agora.

A advertência de Horácio é sábia. É sobretudo útil. Talvez mais útil ainda nestes tempos sobrecarregados, de cenhos sombrios, estafados na tentativa de construir defesas antecipadas contra difusos perigos de um amanhã improvável. Apólices de seguro na mão, e vamos nós, seguros e inseguros.

Carpe Diem, ouçamos Horácio, que perscrustou uma verdadeira profunda - e traduziu-a numa norma simples. Viver hoje - fazer hoje. Ser hoje. Sem essa de não poder ser feliz no domingo porque há contas a pagar na segunda. O conflito é amanhã? Deixa pra lá..... Amanhã você pode ser até enforcado, mas até que chegue amanhã, aproveite bem o seu pescoço. Viver no passado é neurótico, é inútil, é um viver virtual. Carpe Diem, colha seu dia, como quem colhe um fruto maduro, na hora exata. Um descuido e o fruto se perde.

Autor desconhecido


*Carpe Diem quer dizer colha o dia. Colha o dia como se fosse um fruto maduro. A vida não pode ser economizada para amanhã. Acontece sempre no presente.

Carpe diem

Arrume suas gavetas
Uma vez li alguma coisa a respeito de uma garota que pedia para a sua avó a solução de um problema grave. A avó disse: "suba, arrume suas gavetas e após fazer isso você terá a solução".

Experimentei perguntar para as pessoas mais velhas se realmente existe uma conexão e perguntei certa vez para a minha avó o que tinha a ver a gaveta com os problemas e ela muito sabiamente me falou que a gaveta desarrumada é o espelho da vida, então toda vez que você está com alguma coisa bagunçada, alguma área de sua vida manifesta bagunça. Toda vez que você está com alguma coisa desorganizada, essa desorganização se reflete na sua vida.

Lembre: você é um reflexo de Deus, um reflexo do universo. Você tem um mundo dentro de si. Sua casa é um reflexo de seus estados emocionais. Se você tem dentro de si reflexo do mundo, quando está desorganizado interiormente, manifesta isto exteriormente.

Quando essa manifestação exterior veio antes, você pode reorganizar o seu mundo interno mostrando simbolicamente que está arrumando externamente.

O universo funciona assim: o que está dentro está fora. O que está em cima está embaixo. O que está de um lado está de outro. Então se você lembrar sempre que pode influenciar o interior com o exterior e vice-versa, você tem a chave para a organização total.

No momento em que você limpa a sua gaveta e joga fora aquilo que não presta, está reprogramando simbolicamente o seu interior. É uma das melhores chaves para conseguir serenidade e respostas para problemas muito difíceis. Aproveite este começo de ano, e arrume suas gavetas. Com certeza vai ajudar você a encontrar solução para muitos de seus problemas.

autor desconhecido

Arrume suas gavetas

Um professor observou como seu cachorro maltês não ficava só esperando por carinhos. Ora deitava-se no chão de barriga para cima, ora ficava passando a pata sobre a orelha, sugerindo o que queria. O professor reconheceu a eficiência dessa estratégia de tomar a iniciativa de busca e aplicou-a também com sucesso. Um dia, em sala da aula, casualmente mencionou como o cachorro foi seu mestre, e contou aos alunos como ele fazia. No dia seguinte, uma das alunas deu um feedback. Seu marido ocupado, ela disse que se lembrou do cachorro e tomou a iniciativa, também com sucesso.

Aquela aluna, na semana seguinte, contou para três amigas o ocorrido. Uma se esqueceu, a outra não estava buscando nada e a terceira aplicou a estratégia, com o mesmo sucesso. Esta então contou para várias amigas e amigos, e devido ao seu jeito entusiasmado, três compraram a idéia, e buscaram aplicar o método proativo de obtenção de carinho do cachorro. Ao final do primeiro ano, mais de 100 pessoas haviam obtido sucesso em conseguir carinhos. Após vinte anos, eram mais de 100 mil. Os que se tornaram pais e mães ensinaram para seus filhos e filhas e, ao final de 50 anos, mais de 10 milhões de pessoas estavam aplicando a estratégia. Um século depois, 200 ou 300 milhões de pessoas estavam diferentes porque um dia um simpático cachorrinho maltês pediu carinho esfregando a patinha na orelha.

Virgílio Vasconcelos Vilela

o cachorro que mudou o mundo


Fim do mundo em 2012

Estamos acompanhando vários acontecimentos na natureza, tsunamis, terremotos, ondas de calor, inundações, você acha que estamos perto do caos, próximo do fim do mundo?

Você já assistiu ao Filme 2012?
o Filme mistura Ação, Drama, Ficção Científica... o filme retrata o fim em 2012
começando com o alinhamento planetário e uma inversão dos pólos da Terra após um grande tsunami. Após isto o caos se instala e o planeta terra começa a se tornar inabitável.

Mas de onde surgiu a idéia que o mundo acabaria em 2012?

A ideia partiu dos maias, é que os Maias, que tinham um calendário mais preciso, mais complexo e muito mais holístico que o nosso, previram vários acontecimentos que entretanto se passaram, como a chegada do homem branco - Hernan Cortez - a 8 de Novembro de 1519.

Este calendário Maia prevê que algo de muito grave se passará no solestício de Inverno, 21 de Dezembro, de 2012.

Tão grave será o acontecimento, que o mundo tal como o conhecemos desaparecerá. Isto não quer dizer que o mundo acabará, quer simplesmente dizer
que um grande acontecimento transformará o mundo.

O Que você acha? dê sua opinião será que o mundo acabará em 2012?

Fim do mundo em 2012