quarta-feira, 10 de março de 2010

O Lado bom do Governo Lula

Sobre o governo Lula já circularam muitas piadas, mas concordo plenamente pela divulgação do serviço que
ele já prestou à nação, após esses 2 mandatos:

Lula, que não entende de sociologia, levou 32 milhões de miseráveis e pobres à condição de consumidores;
que não entende de economia, zerou a dívida com o FMI e ainda empresta algum aos ricos.

Lula, o analfabeto, que não entende de educação, criou mais escolas e universidades que seus
antecessores juntos, e ainda criou o PRÓ-UNI, que leva o filho do pobre à universidade.

Lula, que não entende de finanças nem de contas públicas, elevou o salário mínimo de 64 para
mais de 200 dólares, e não quebrou a previdência.

Lula, que não entende de psicologia, levantou o moral da nação e disse
que o Brasil está melhor que o mundo.

Lula, que não entende de engenharia, nem de mecânica, reabilitou o Proálcool,
acreditou no biodiesel e levou o país à liderança mundial de combustíveis renováveis.

Lula, que não entende de política, mudou os paradigmas mundiais e colocou o Brasil
na liderança dos países emergentes, passou a ser respeitado.

Lula, que não entende de geografia, é ator da mudança geopolítica das Américas.

Lula, que não entende de política externa nem de conciliação, mandou às favas a ALCA,
olhou para os parceiros do sul, especialmente para os vizinhos da América Latina,
onde exerce liderança absoluta sem ser imperialista. Tem fácil trânsito junto a Chaves, Fidel, Obama, Evo, etc.

Lula, que não entende de mulher nem de negro, colocou o primeiro negro no Supremo
(desmoralizado por brancos), uma mulher no cargo de primeira ministra, e pode fazê-la sua sucessora.

Lula, que não entende de etiqueta, sentou ao lado da rainha e afrontou nossa fidalguia
branca de lentes azuis.

Lula, que não entende de desenvolvimento, nunca ouviu falar de Keynes, criou o PAC,
antes mesmo que o mundo inteiro dissesse que é hora de o Estado investir, e hoje o PAC é um amortecedor da crise.

Lula, que não entende de crise, mandou baixar o IPI e levou a indústria automobilística
a bater recorde no trimestre.

Lula, que não entende de português nem de outra língua, tem fluência entre os líderes
mundiais, é respeitado e citado entre as pessoas mais poderosas e influentes no mundo atual.

Lula, que não entende nada de conflitos armados nem de guerra, pois é um pacifista ingênuo,
já é cotado pelos palestinos para dialogar com Israel.

Lula, que não entende nada de história, faz história e será lembrado por um grande legado, dentro e fora do Brasil.

Lula, que dizem que não entende nada, é melhor que todos os outros."

Fonte: Pedro R. Lima, professor UERJ Economia
(Artigo postado a titulo informativo. o blog do otimismo não é um blog politico)