pensamentos contrutivo

pensamentos contrutivo
Existe uma “máxima” comum entre os que trabalham com programação mental que é a de que o pensamento em um determinado momento se transforma em palavra, que se transforma em ação, que se transforma em hábito, que dá forma ao caráter, que direciona o rumo de nossas vidas, que, por fim, determina as conseqüências do direcionamento escolhido por nós.

A importância da utilização do pensamento construtivo/positivo nos dias de hoje, pode ser comprovado em diversas experiências realizadas pela ciência moderna. É uma ferramenta poderosa para a concretização de uma atitude construtiva em nossas vidas, além de ser essencial para a harmonização de nossos conceitos internos que não estão devidamente em sintonia com aquilo que realmente necessitamos para o nosso padrão evolutivo.

Falo em adaptação daquilo que temos para que possamos fazer uma busca consciente daquilo que realmente necessitamos. Vivemos em uma realidade dual, desta forma o sentido de mudança não seria muito correto de se utilizar. A física quântica, assim como a física atômica, nos permite ter um outro tipo de abordagem a respeito dessa realidade, diferente da visão Newtoniana de um Universo absoluto. Em tudo o que se cria, também é criada automaticamente a mesma realidade em polaridade oposta e devemos lidar conscientemente com as duas possibilidades, de maneira equilibrada e harmoniosa. A possibilidade da realização de algo, cria automaticamente a possibilidade desse algo não se realizar.

Nos dias de hoje em que se comprova cada vez mais que a maioria dos sintomas do corpo físico são originados por criações psicossomáticas, permite-nos perceber que o pensamento é a nossa capacidade criativa em ação, independente se o tipo de criação é “positiva” ou não.

O pesquisador japonês Masaru Emoto, autor do livro, “A MENSAGEM DA ÁGUA”, onde relata experiências com o poder do pensamento em relação à água, diz que a água é uma substância muito maleável. Sua forma física se adapta facilmente a qualquer ambiente. Mas sua aparência física não é a única coisa que muda, sua forma molecular também se altera. A energia do pensamento ou as vibrações do meio ambiente alteram a forma molecular da água. Neste sentido, não somente a água tem a capacidade de refletir visualmente o meio ambiente, mas ela reflete este meio ambiente também em nível molecular, afirma o pesquisador.

O Sr. Masaru Emoto tem documentado visualmente essas alterações moleculares. Ele congela gotículas de água e as examina em fotomicroscópio de campo escuro. Seu trabalho demonstra claramente a diversidade da estrutura molecular da água e o efeito do ambiente e do pensamento nessa estrutura. Após verificar que a molécula da água reage a diferentes condições ambientais, à poluição, à música, Masaru Emoto e seus colaboradores decidiram observar como os pensamentos e as palavras afetam a formação de cristais em água destilada, não tratada, usando palavras datilografadas em papel e coladas à parte de fora de garrafas de água, durante uma noite. O mesmo processo foi realizado utilizando os nomes de pessoas já mortas. As águas foram então congeladas e fotografadas, obtendo-se resultados impressionantes.

Cada tipo de água sofria alteração molecular conforme o tipo de pensamento que se direcionava a ele; desta forma conseguiu comprovar o quanto o pensamento pode interferir e interagir em nosso meio ambiente e em nós mesmos. Se o pensamento pode interferir no processo molecular da água, imagine o que ele pode fazer em nós, sendo sapiente que o nosso organismo é composto de aproximadamente 80% de água!

Podemos afirmar que de todas as atitudes mentais que prejudicam o caminho evolutivo do homem, o desequilíbrio, o negativismo e o julgamento são os principais causadores de conflitos internos que, por conseguinte, são somatizados através de nossos comportamentos. Todos eles estão baseados no medo.

A diferença entre uma pessoa que conseguiu concretizar algo positivo em sua vida e os que nunca conseguiram, é que os da primeira classe acreditaram na capacidade de realização existente neles, da mesma maneira que, para que haja a harmonização de uma demanda, se faz necessário levar uma vida de escolhas conscientes, pois uma vida baseada no acaso, é uma vida de reações inconscientes.

Trecho do livro “O Que Realmente Somos?”, de Rogério Pires

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

copyright © . all rights reserved. designed by Color and Code

grid layout coding by helpblogger.com