Os frutos da paciência

OS FRUTOS DA PACIÊNCIA

O que poderia produzir uma árvore? Em sua essência seria o seu fruto. É óbvio que o fruto de uma mangueira, logo, dar-se-á uma manga. Diga-se en passant que ela produz anualmente. O que diria da goiabeira da mesma sorte, produziria a goiaba na estação própria.

As árvores produzem no tempo determinado. Não se forja uma árvore a produzir. Ou dirá o homem produza frutos, ó abacateiro! Ela não ouvirá a voz humana, pois, o homem não tem comando para dizer que ela produza. O máximo que homem poderá fazer: colocar adubos, aguar, cuidar, enfim, e esperar que ela cresça e que no seu período dê o seu fruto.

Elas (árvores) seguem o tempo programado para dar o seu fruto. Algumas com abundância e outra com escassez de produção. Mas, o que é certo que elas produzirão em pequenas ou grandes quantidades. Mas, darão o seu fruto no tempo marcado.

O livro de Salmos 1, compara também, ao que é temente a Deus a produção de seus frutos. Assim como as árvores, nós também, de igual modo produzimos frutos que serão alimentos para outros. De maneira que no tempo próprio, e essa é a peculiaridade. Produzimos frutos, à medida que crescemos, nos tornamos maduros. Elas se tornarão frutíferas quando se tornam adultas. Pois, também chegará o momento de produzir frutos que irão alimentar pessoas ou humanos.

A paciência em nossa vida pode gerar frutos que são chamados de Paz e Justiça. Se por outro lado, a impaciência gera frutos de injustiça e de intranqüilidade. Logo, a paciência produz uma certeza do fruto vindouro. De tal forma, a tartaruga mesmo sendo devagar pode chegar ao seu destino. Os velozes coelhos chegarão primeiro, contudo, poderão chegar com rapidez. Mas, aqueles que ainda vão devagar chegarão ao seu destino.

Portanto, os frutos da paciência, não podem trazer confusão, pois que espera sempre alcança. Outra citação sacra diz: “Deleita-te no Senhor, Ele concederá os desejos do teu coração”. Ela , a paciência, produzirá um fruto que o que virá, com certeza trará a benção prometida para cada um. De igual modo, os frutos de cada árvore vem no seu tempo próprio, assim virão os seus frutos a seu tempo. Espera, pois, no Senhor.

Fonte: Cunha, Élcio. Campo Grande-MS, Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

copyright © . all rights reserved. designed by Color and Code

grid layout coding by helpblogger.com