MENU

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Desertos da vida

with 0 comentários
Na vida passamos por muitas fases,
e algumas delas chamamos de desertos existenciais.
São momentos que em que nos sentimos áridos, desprovidos de fé.
Foi no deserto que o povo de Deus sofreu,
mas também foi nele que o povo aprendeu a amá-lo!

Assim como Moisés não estava sozinho
quando caminhava com o povo no deserto,
pois “o Senhor se entretinha com ele face a face,
como um homem fala com seu amigo”(Ex 33,11),
mostrando o caminho e apoiando-o quando o
povo não acreditava mais nas suas palavras,
sabemos que Deus caminha conosco em todas as
situações e principalmente nos momentos mais difíceis.

Ao chorarmos a dor de um amor destruído,
ao sentirmos a rejeição e o abandono dos amigos e familiares,
ao sofrermos as perdas inesperadas
e o luto que nos arranca um pedaço da alma,
vivenciamos crises existenciais profundas, que parecem não ter fim,
e passamos pelos “desertos da vida”, nos quais sofremos muito.
Contudo, não podemos cair no desespero e sim devemos aproveitar
estes momentos para nosso crescimento espiritual.

Deus não permite que sejamos provados além das nossas forças
e o sofrimento vem para nos ensinar a sermos perseverantes,
e bem disse o apostolo Paulo aos Romanos:
“a tribulação produz perseverança”. (Rm 5,3)

É preciso permitir que Deus conduza nossa vida,
pois somente pela fé podemos enfrentar as
adversidades e os momentos de deserto.
O Senhor deseja renovar nossas forças e quer ajudar-nos a
vencer os momentos de crise, fazendo com que da terra
árida da nossa existência brotem rios de água viva!

“Aqueles que contam com o Senhor renovam suas forças;
ele dá-lhes asas de águia. Correm sem se cansar,
vão para a frente sem se fatigar.”

( Is 40,39)

Rosemary de Ross
Pato Branco - Paraná.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!