MENU

terça-feira, 10 de abril de 2012

Respostas Brandas

with 0 comentários
Respostas Brandas

Meu carro enguiçou em um túnel na hora do rush no centro da cidade. Motoristas irados expressavam sua frustração ao passarem, com dificuldade, por mim. No final, o carro foi rebocado até uma oficina para consertos. Em seguida, ele enguiçou de novo, deixando-me na rodovia interestadual às duas horas da manhã. E voltou para a oficina.
Infelizmente, a oficina era um estacionamento durante os jogos de beisebol. No dia seguinte, após o trabalho, quando fui buscar o carro, havia 30 outros veículos à sua volta!
Digamos, apenas, que não fui semelhante a Cristo em minha reação inicial. Falei bobagens e afrontei os funcionários com palavras duras; depois, percebendo que isso só diminuía a disposição deles em me ajudar ao final de sua jornada de trabalho, decidi desistir. Corri para as portas de vidro e esforcei-me para abri-las. Minha raiva aumentou quando os mecânicos riram de mim.
Mal tinha acabado de abri-la, quando percebi como minha atitude não era nada cristã. Arrependido, falei “Perdoem-me” para o pessoal lá de dentro. Eles ficaram atordoados! Pude entrar de novo e, mansamente, lhes disse que os cristãos não deveriam comportar-se como eu tinha feito. Minutos mais tarde, eles estavam manobrando os carros para liberar o meu. Aprendi que palavras brandas, e não duras, podem alterar as circunstâncias (Provérbios 15:1).

FONTE:
Randy Kilgore

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!