como os adultos se transformam em infelize e insatisfeitos

Hai Kai é um tipo de poesia de origem japonesa. Pequena e espirituosa, consegue transmitir com grande intensidade a alma humana.

Abaixo segue um, que irei analisar.

"manhã de frio
se fosse menino escrevia
meu nome no vidro".

Autor: P. F.

O autor tem uma vontade e diz que não pode fazer porque não é mais menino.

Ser adulto é perder a esponteneidade e a vivacidade. Não é atoa que é muito melhor ser criança. Criança pode... adulto SE PODA.

Escrever o nome no vidro não é nenhuma transgressão, mesmo assim o adulto se PODA.

É uma vida de auto-castração.

Olhe a foto no início deste texto. O inseto está em cima da flor, bela foto - teve vontade, foi lá. Não teríamos esta foto se fosse um humano que trocasse sua espontaneidade por um OCEANO DE REGRAS INÚTEIS.

Cada regra serve para cortar um pouco do sabor da vida. Não é atoa que Jesus disse que deveríamos ser como as crianças para entrar no Reino de Deus.

É muito simples escrever o nome no vidro embaçado. É sua espontaneidade, a bondade brotando do coração através de pequenas coisas que te fazem rir e que te trazem a alegria e o sorriso para enfrentar os reais problemas da vida. Imagine quantos gritos seriam evitados, quantas falas ríspidas seriam abortadas por adultos espontâneos que colocaram o sorriso nos lábios.


Sem a espontaneidade diminuem os pequenos prazeres, os prazeres mais simples e menos custosos. Prazeres como abraçar, beijar, ficar de mãos dadas, se olhar, rir de bobagens, relaxar com a presença do outro...

As pessoas aprendem se castrar, e ainda se acham espertos. Fazem tudo para não serem "bobas". O problema é que quase sempre este ser boba é igual a se aceitar.

Depois que o adulto se tornou um verdadeiro idiota castrado metido a besta, ele desenvolve um monte de teorias lindas. Pouco destas teorias "saem da garganta", porque um ser castrado é muito pouco satisfeito e produtivo.

Cada regra criada, cada bloqueio da espontaneidade ou cada decisão de se mostrar melhor do que de fato é, impregna a mente da pessoa com negativismo, insatisfação, ansiedade, angústia, etc. Uma péssima troca!

Quem sabe a pessoa sensível que escreveu o poema possa escolher escrever seu nome no vidro. Aí ele fará um Hai Kai assim:

manhã de frio,
a criança dentro de mim quis escrever
e eu escrevi junto no vidro.

Ele dará boas risadas e saberá que todo adulto para ser completo tem que RESSUSCITAR a criança dentro dele.

Na realidade, quando evoluirmos muito, mas muito mesmo, seremos crianças com um pouco mais de consciência.

Neste dia seremos adultos sábios.

Matando nossa criança, seremos apenas adultos infelizes e insatisfeitos.
fonte: http://www.psicologiaracional.com.br/2011/11/saiba-como-os-adultos-transformam-se-em.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

copyright © . all rights reserved. designed by Color and Code

grid layout coding by helpblogger.com