O rio

O Rio
 
 
Livro: *Rosângela*
Rosângela & J. Raul Teixeira
 
    Excelentes ensinamentos nos oferece o trabalho da corrente fluvial que
   avança vencendo distâncias e empeços variados.
 
   A partir das suas nascentes, o rio tudo supera, tudo vence, sem deter-se,
   em face do objetivo a atingir, que é alcançar o oceano, integrando-se no
   grande mar.
 
   Seja o seu leito rochoso, barrento ou arenoso, esteja margeado por
   fertilidade abundante com erva luxuriante ou por pétreas muralhas, segue
   para o seu desiderato : O mar . . .
 
   Não há detritos que resistam a sua força. Nenhuma sujidade é respeitada
   por sua caudal.
 
   Atendendo aos que dele dependem, os humanos, os animais e as plantas,
   abençoa as paragens onde transita, reverdecendo tudo.
 
   * * *
 
   Sentindo a formidável lição do rio caudaloso, encontramos o incentivo
   para que, igualmente, a pessoa não se detenha diante dos desafios e óbices
   que se anteponham à sua marcha.
 
   Busque compenetrar-se, amigo, da corajosa atuação do rio, e viva assim,
   arrostando suas dificuldades, sem abatimento, sem esmorecimento, lutando por
   ultrapassar a si mesmo a cada dia, onde quer que esteja, pois, além de tudo
   isso, quando um ingente esforço do exterior consegue cercear as águas
   fluviais, represá-las, desrespeitando-lhes o fluxo livre, nem aí o rio se
   detém. Converte a sua prisão em força hidráulica e, desafiadoramente, porque
   tem que atingir o seu destino, transformando-se em luz, retirando da sombra
   cidades inteiras, iluminando a vida dos povos.
 
   Ao meditar sobre isso, refletindo o Criador na própria alma, faça o
   mesmo, porque você também tem o destino dos rios : alcançar o imenso oceano
   da evolução, no seio do Universo, superando os limites que o cercam, com
   disposição, empenho e ousadia.
 
 
 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

copyright © . all rights reserved. designed by Color and Code

grid layout coding by helpblogger.com