segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Amar a Essência de um Discípulo


Texto Bíblico: João 13.35“Nisto conhecereis que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros”.
Reflexão: Este versículo sempre foi, para mim, um dos mais intrigantes modelos de conhecimento que Jesus nos deu. O discípulo não é aquele que tem muita espiritualidade, entendimento da Bíblia, nem ser um grande teólogo, pastor ou evangelista. A maior prova de que somos discípulos d’Ele é nossa capacidade de amar ao próximo. Jesus nos afirma que o domínio das Escrituras, a capacidade de ensiná-la, de entrar em comunhão com Ele pela oração, servirá como força para demonstrar que verdadeiramente somos seus discípulos, porque partilhamos o amor que recebemos d’Ele. Não é só dar amor, mas o compartilhar deste amor. Amar é uma via de mão dupla. De nada adianta ter muito conhecimento se não temos amor. O apóstolo Paulo, na sua apologia do amor, descrita no capítulo treze da primeira carta aos Coríntios, revela este mesmo ensino: “se não tiveres amor de nada adianta”. O amor que falamos é o que procede de um coração puro, transformado pelo poder do Espírito Santo de Deus.
Rev. Fred Souto