MENU

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Sem Desculpas

 

            As pessoas têm muitas razões para rejeitar o evangelho. Uma delas é o fato de os cristãos terem ou não feito algo. Esses críticos dizem: "Conheço um cristão que me tratou muito mal", ou "Quando fui à igreja, ninguém falou comigo". De fato, os cristãos não são perfeitos e muitos até podem ser maus exemplos. Mas culpar os outros não isenta uma pessoa de sua responsabilidade com Deus.

            A verdade contida nos evangelhos não depende da maneira como os outros vivem a sua fé. A salvação é obra exclusiva de Jesus. A carta aos Romanos 10:9 diz: "Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo".

            Algumas pessoas podem usar os cristãos como desculpa para rejeitar o evangelho. Mas certamente não poderão culpar Jesus, pois Ele não tem pecado e é perfeito em tudo. Pilatos disse sobre ele: "… nada verifiquei contra ele dos crimes de que o acusais" (Lucas 23:14). E Jesus fez o que ninguém poderia ter feito – sofreu a morte na cruz para dar salvação a todos os que creem nele. Esse fato torna difícil que alguém diga: "Não vou me tornar cristão porque não gosto do que Jesus fez".

            Não se desvie olhando para as falhas dos outros. Olhe para Jesus. Somente Ele é o caminho para o céu.

            VOCÊ JÁ RECONHECEU O VALOR DO SACRIFÍCIO DE JESUS POR VOCÊ?

 

FONTE:

J. David Branon


Sem Desculpas

"A esperança é tão importante para nós como a água para o peixe, tão vital como
a eletricidade para a lâmpada incandescente, tão essencial como o ar para um
avião a jato. A esperança é a base para a vida." (Charles Swindoll)

Uma vida não será nunca abundante se faltar esperança. Se as batalhas são árduas
e constantes, precisamos ter a esperança de que logo as venceremos. Se o
dinheiro está escasso e a situação nos incomoda, não podemos perder a esperança
de que tudo será diferente mais adiante. Se as enfermidades nos assolam, a
esperança de que a cura não tardará não pode nos faltar. Se os homens se
mostrarem falsos e não confiáveis, a esperança de que a mão do justo Senhor
sempre nos conduzirá deve ser motivo de alento e grande alegria.

A esperança não precisa de luz no fim do túnel, não precisa de um raio de sol
durante a tempestade, não precisa de uma circunstância favorável qualquer para
nos estimular. A esperança é companheira da fé, é amiga da paciência, é um
hábito de olhar mais para o alto que para baixo. A esperança é Cristo no
coração, consolando, animando, mostrando o caminho a seguir.

Ter esperança é andar com Jesus, é sorrir mesmo diante de situações aflitivas,
é agradecer quando tudo parece perdido, é amar a Deus quando estamos diante de
cada obstáculo.

Quando não temos esperança, não temos vida. Jesus é a Vida e é a nossa grande
esperança!

A Esperança é importante

Eu havia voado para Dallas com o único propósito de visitar um cliente. O tempo era de suma importância e meus planos eram ir e voltar para o aeroporto o mais rápido possível. Um táxi impecável parou. O motorista correu para abrir a porta do passageiro e certificou-se de que eu estava confortavelmente sentado antes de fechá-la. Quando se sentou atrás do volante, mencionou que o Wall Street Journal, cuidadosamente dobrado ao meu lado, era para o meu uso. Mostrou-me  então várias fitas de música e perguntou que tipo eu apreciava. Ora! Olhei ao meu redor para verificar se havia uma câmera do tipo Topa Tudo Por Dinheiro escondida. Você não faria o mesmo? Eu não podia acreditar no atendimento que estava recebendo.
-- Com certeza, você se orgulha bastante do seu trabalho -- disse para o motorista. -- Você deve ter uma história para contar.
Ele tinha.
-- Eu costumava trabalhar na Corporate America -- começou. -- Mas fiquei cansado de pensar que o melhor que eu podia fazer nunca seria bom o suficiente, rápido o suficiente ou devidamente valorizado. Decidi encontrar meu lugar na vida, onde pudesse sentir orgulho de ser o melhor que eu pudesse. Eu sabia que eu nunca seria um cientista, mas adoro dirigir carros, ser útil e sentir que fiz um bom trabalho no fim do dia.
Depois de avaliar seus recursos pessoais, decidiu ser motorista de táxi.
-- Não apenas um motorista de táxi comum -- continuou -- , mas  um motorista de táxi profissional. De uma coisa estou certo: para ser bom no meu trabalho eu poderia apenas corresponder às expectativas dos passageiros. Porém, para ser excelente no meu trabalho, tenho de superar as expectativas dos clientes. Gosto mais da sensação de ser "excelente" do que ficar apenas na média.
Será que lhe dei uma boa gorjeta? Pode apostar que sim. A Coporate America saiu perdendo, mas as pessoas que viajam saíram lucrando.

Uma lição de um milhão de dólares