MENU

terça-feira, 14 de agosto de 2012

CRENTE E A ELEIÇÃO


Crente que é crente não vende voto!


Crente que é crente não fala mal, não briga, não fica com raiva se
alguém tem opinião contraria a sua.


Crente que é crente, não termina amizade, nem vira a cara para outro
irmão por causa da política.


Crente que é crente, não tira férias de Jesus na época de eleiçõesé
cristão e se porta como cristão.


Crente que é crente, não vota por interesse pessoal, vota pelo
interesse da cidade e da população.


Crente que é crente, não rouba, não trapaceia, não mente, não finge, é
pessoa digna e anda de cabeça erguida.


Crente que é crente, não entra em maracutáia, não faz o jogo do
capeta, não se envolve em transações duvidosas, não trapaceia para
ganhar voto.


Muitos crentes candidatos dizem que precisam fazer o jogo sujo para
ganhar as eleições, pois eu digo a tais candidatos, PERCA AS ELEIÇÕES
MAIS NÃO PERCA A SUA ALMA.
Se você quer fazer diferença na política, seja um bom cristão, exija
do seu candidato uma atitude moral coerente a um homem digno. Busque
ser luz nestas eleiçõese não deixe que a obscuridade tome conta da
sua mente e de seu coração.


Fazer o certo não é fácil, porém não devemos buscar o caminho largo e
fácil, mais o caminho estreito é que conduz a salvação.


Quem pratica alguma dessas coisas citadas acima, não tem moral para
criticar, para cobrar, para sequer pensar num pais melhor, sendo que
você o torna pior com suas atitudes.


O diabo em época de eleição é mestre em envergonhar cristão fraco e
falso na fé. Se você não tem um real interesse na igreja, não vá a uma
apenas para conseguir votos, pois você se torna a escória da
sociedade, e profana o santuário sagrado de Deus. Igreja é lugar de
adoração e devoção ao pai celestial, não é lugar de comércio ou de
barganha.


(Mateus 22:21) - Dizem-lhe eles: De César. Então ele lhes disse: Dai
pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.
Fonte: Ida Gospel

o crente e a eleição