Para que serve o horizonte

Para que serve o horizonte

Conta-se que certa vez um homem se aproximou do Criador do Universo pediu para que ele lhe esclarecesse sobre uma coisa da criação que, segundo seu ponto de vista, não tinha nenhuma utilidade, nenhum sentido!

O Senhor Criador o atendeu e perguntou qual era a falha que ele havia notado na criação.

Senhor, disse o homem, sua criação é muito bonita, muito funcional, cada coisa tem sua razão de ser.

Mas, embora me esforce para compreender sua finalidade, tem uma coisa que me parece não servir para nada.

E que coisa é essa que não serve para nada? Perguntou-lhe o Criador.

É o horizonte, respondeu o homem. Afinal, para que serve o horizonte?

Se eu caminho um passo na direção do horizonte, ele se afasta um passo de mim.

Se eu caminho dez passos, ele se afasta outros dez passos. Se caminhar quilômetros na direção do horizonte, ele se afasta os mesmos quilômetros de mim.

Isso não faz sentido! O horizonte não serve para nada.

O Criador do Universo olhou para seu ingênuo filho, sorriu e disse:

Mas é justamente para isso que serve o horizonte: "para fazê-lo caminhar".

Tantas vezes nós nos acomodamos em nossos estreitos limites que nos esquecemos de andar alguns passos na direção do horizonte, que nos convida incessantemente a caminhar.

Quando nos esforçamos para ultrapassar nossos próprios limites, novas oportunidades surgem para que avancemos na direção do infinito que Deus nos reserva como meta de perfeição.

Assim, se você está paralisado pela falta de perspectivas que o incentivem a ir adiante, em busca do auto-aperfeiçoamento, olhe para frente e ouça o chamamento do horizonte.

Contemple as estrelas e deseje alcançá-las: isso não é um sonho impossível.

Como filho da Criação do Universo, você é, portanto herdeiro do universo. Herdeiro das estrelas, dos mundos que gravitam nos espaços infinitos, convidando-nos a seguir em frente, vencendo os obstáculos naturais que se apresentam na
Caminhada evolutiva.

Mas para conseguir esse intento, é preciso esforço e perseverança. É preciso vontade de romper com as amarras que ao longo dos séculos nos mantêm presos aos baixos planos da experiência terrena.

Lembre-se sempre, que cada passo que você der na direção do horizonte, este mais se afastará para que você continue caminhando.

Quando você conseguir alcançar o horizonte, é porque terá alcançado a linha máxima da perfeição que a escola chamada terra pode lhe oferecer.

Nesse instante novos horizontes se abrirão, desafiando sempre e sempre aqueles que têm coragem de avançar e de seguir na direção da luz, da perfeição.

Tenha o horizonte ao seu alcance!

0

copyright © . all rights reserved. designed by Color and Code

grid layout coding by helpblogger.com