Nosso Co-Piloto?

Nosso Co-Piloto?

O adesivo para carros Jesus é meu co-piloto pode expressar
boas intenções, mas sempre me incomodou. Sempre que estou no banco do
motorista da minha vida, nenhum destino é bom. Jesus não deve ser
apenas um ­co-piloto espiritual que nos orienta de vez em quando. Ele
deve estar sempre no banco do motorista. Ponto final!
Muitas vezes afirmamos que Jesus morreu por nós, o que
certamente é verdade. Entretanto precisamos ir mais além. Porque Jesus
morreu na cruz, algo dentro de nós morreu – o poder do pecado. Foi
isto que Paulo quis dizer quando declarou: "… Estou crucificado com
Cristo; logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim…"
(Gálatas 2:19-20). Fomos essencialmente co-crucificados com Ele. Com
Jesus no banco do motorista, os antigos destinos estão fora dos
limites. Chega de descer as ruas do egoísmo, cobiça ou luxúria. Chega
de aventuras nas trilhas do pântano do orgulho ou da vala da amargura.
Fomos crucificados com Ele e Cristo está no volante agora! Jesus
morreu para que somente Ele nos dirigisse e determinasse a direção a
seguir.
Portanto, se você morreu e Cristo habita em você, Ele não
é seu co-piloto. A sua alegria é deixar que Ele dirija e defina sua
vida. Pode ser que existam alguns obstáculos na estrada, mas você pode
contar com isso – Ele vai levar você a um bom lugar.

FONTE: Joseph M. Stowell

0

Colaborar ou competir marco fabossi

Colaborar ou competir - marco fabossi
Foi então que chamou seus filhos e pediu para que sentassem em fila,
um ao lado do outro, e em seguida trouxe um feixe de varetas bem
atado, entregou-o ao filho mais novo e disse:

- Tente quebrar esse feixe todo de uma só vez.O menino tentou de todas
as formas, mas não conseguiu. Então o pai foi passando o feixe a cada
um dos filhos, para que tentassem quebrá-lo, mas por mais que
tentassem, ninguém conseguiu.Com um sorriso, o velho então cortou a
corda que unia o feixe, e entregou as varetas ao filho mais novo,
dizendo:

- Tente quebrá-las agora.Quando a criança acabou de quebrar todas as
varetas, o pai então comentou:

- Filhos, se vocês permanecerem unidos como o feixe que não
conseguiram quebrar, jamais alguém poderá fazer mal a vocês! Mas se
cada um pensar apenas em si mesmo, todos ficarão mais vulneráveis,
como varetas que até uma criança consegue quebrar..

Quando existe apenas competição, para que um ganhe, outros têm que
perder. Já a colaboração se baseia nos princípios da unidade, do
relacionamento, do respeito e do potencial para sermos vencedores, sem
que necessariamente outros percam. Em um ambiente colaborativo, as
pessoas são tratadas com valor e dignidade, o que nem sempre acontece
em um ambiente de competição.Sem dúvida que uma equipe de alto
desempenho, em qualquer área de atuação, precisa ser competitiva, mas
essa competição deve ocorrer do lado de fora, e não dentro da equipe.

Por isso, para se tornar cada vez mais competitiva, a equipe precisa
de pessoas que colaborem, e não que compitam entre si. Não se
esqueça:.

Sozinhos vamos mais rápido, mas juntos vamos mais longe, porque somos
mais fortes.

0

Crer na vida eterna

Crer na vida eterna
É ter esperança no amanhã.
Saber que após a noite vem o dia.
Viver intensamente as emoções!
Pular de alegria.
Não invadir o espaço alheio.
Ser espontâneo.
Apreciar o nascer e o pôr-do-sol.
Amar as pessoas incondicionalmente.
Aproveitar todos os momentos...
Fazer trabalho voluntário.
Em Jesus vencer a depressão!
Confiar na voz da intuição.
Perdoar as pessoas.
Estimular a criatividade.
Não se prender a detalhes.
Brincar como uma criança.
Chorar de felicidade... Deixar para lá.
Ter pensamento positivo. Respeitar os sentimentos dos outros.
Rir sozinho.
Saber trabalhar em equipe.
Ser sincero.
Esquecer o que já passou.
A cada dia buscar, melhorar, melhorar... Porque se sou fiel no pouco Deus vai me confiar muito mais.
 

0

dia da honestidade

Honestamente
 
           dia 30 de abril é o Dia Nacional da Honestidade nos Estados Unidos. É um dia pouco conhecido, porém importante.
            O escritor M. Hirsh Goldberg estabeleceu o Dia Nacional da honestidade no início dos anos 90 como uma forma de honrar os dignos e incentivar a honestidade. Ele declarou que 30 de abril foi escolhido porque "abril começa com um dia dedicado à mentira [Dia da Mentira] e deve terminar com uma nota de moral mais elevada".
            O Dia da Honestidade seria uma boa ocasião para rever o valor deste traço da personalidade de acordo com a Palavra de Deus. A honestidade não é tão fácil quanto parece – mas agradamos a Deus quando nos esforçamos para tê-la.
            Uma compreensão da honestidade começa com o reconhecimento de que Deus – nosso exemplo supremo – é verdade (Deuteronômio 32:4) e que Ele não pode mentir (Números 23:19; Hebreus 6:18). Também, Ele detesta a falsidade (Provérbios 6:16-19). Além do mais, todas as mentiras têm origem no próprio Satanás (João 8:44).
            Podemos usar estes versículos como guia: "O justo aborrece a palavra de mentira…" (Provérbios 13:5); o amor regozija-se com a verdade (1 Coríntios 13:6); a mentira faz parte da velha natureza (Colossenses 3:9); crescer significa deixar de lado o engano (1 Pedro 2:1); e falar a verdade manifesta a justiça (Provérbios 12:17).
            Façamos de todos os dias o Dia da Honestidade.
 
FONTE: J. David Branon
0

por um novo sol

Hoje um novo Sol nasceu no meu coração...

Me mostrando o caminho da Luz no mar...

Me dizendo para seguir em frente... Me levantar e seguir pro alto!

Vencer os obstáculos... Me desgarrar dos tentáculos da inveja e da solidão...

O amor nasce todos os dias neste planeta...

A ligação é o que conta!

Para onde vais tu?

Oque andas pensando?

Onde se encontra o seu coração?

Procura a Vida dentro da verdade do amor e da amizade...

Encontre-se com a felicidade... E viva na Realidade...

No caminho do Sol, todo dia é o dia!
Turi souza
0

Devoção a Deus

Devoção a Deus
 
            O autor britânico Thomas Carlyle casou-se com Jane Welsh em 1826 que, como ele, era uma experiente escritora. Ela dedicou-se ao seu sucesso e o serviu com dedicação.
            Por causa de uma doença de estômago e uma desordem nervosa, ele tinha um temperamento irascível. Ela preparava refeições especiais e procurava manter a casa tão quieta quanto possível para que ele pudesse escrever.
            Thomas nem sempre reconhecia esse espírito cooperador de Jane, nem passava muito tempo com ela. No entanto, escreveu o seguinte sobre ela à sua mãe: "Diria de coração que ela […] me ama com uma dedicação que para mim é um mistério que nunca mereci. Ela […] fita meu semblante melancólico com bom humor e tão afável, que todas as vezes que meus olhos encontram os seus fui perpassado por uma nova esperança".
            Nós também temos alguém que nos ama com devoção tal, que é um mistério para nós, como, sendo pecadores, algum dia pudemos merecê-la! Ele é Deus – o Pai, "aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou…" (Romanos 8:32). Seu amor é vasto, extenso, profundo e elevado, e excede nosso entendimento (Efésios 3:18-19).
            Entender e apreciar o amor de Deus é tão vital, que Paulo orou pelos efésios para que fossem "arraigados e alicerçados" nele (Efésios 3:17). Que essa seja a nossa experiência também.
 
FONTE:
Anne M. Cetas
0

Par perfeito

Par perfeito
Era uma vez um anjinho muito distraído chamado AMOREL, que recebeu uma incumbência de Deus:

- AMOREL, acabo de inventar os humanos. Eles estão classificados como homem e mulher, cada um tem seu par perfeito e já estão todos alinhados de par em par. Pegue esta bandeja com humanos e leve para que eles habitem a Terra.

AMOREL ficou contente pois, há muito tempo, o Senhor não o chamava para tão nobre trabalho. O anjinho pegou a bandeja e ao virar uma esquina lá no céu, trombou com uma anjinha chamada AMANDA.

A bandeja voou longe, e todos os casais de humanos se misturaram.

AMOREL e AMANDA ficaram desesperados e foram contar para Deus o ocorrido e o Senhor falou: - Vocês derrubaram, vocês juntarão! Porém, parece que Deus se esqueceu que os anjinhos eram distraídos. E é por isso que a cada dia os casais se juntam e se separam. Os dois anjinhos, trabalham incessantemente para que os pares perfeitos originais se encontrem.

O trabalho é muito difícil, tanto é, que por muitas vezes eles juntam pares errados, pois os humanos espalhados ficam inquietos e cobram o serviço dos anjinhos, o tempo todo. Quando os humanos se mostram muito desesperados, os anjinhos unem dois desesperados, mas logo depois percebem o engano e os separaram, e por muitas vezes, esta separação é brusca, pois não se tem tempo a perder.

Recebi um bilhete dos dois anjinhos e vou mandar pra você agora.

"Se você é um humano, queremos pedir desculpas pela nossa distração, pois errar não é só humano! Estamos trabalhando com empenho, porém, sempre contando com a ajuda de vocês. Não se desesperem mas também, não se isolem.

Tentem se mostrar realmente, quem é cada um de vocês, pois a medida que cada um mostrar o que é de verdade, vai tornar o nosso trabalho mais fácil. Aproveitamos a oportunidade, para nos desculpar pelas separações abruptas, sabemos que elas geram muito transtorno, mas se nós o separamos de alguém, é por que em algum canto vimos alguém bem mais parecido e por isso precisamos isolá-los para facilitar o encontro."
2

Não tem como vencer?

Não tem como vencer?
 
... o Deus que vivifica os mortos e chama a existência as coisas que não existem, (Romanos 4:17)
 
Amados se sua luta está grande demais e você acha que não tem mais jeito, que não existe nenhuma possibilidade de você vencer, receba esta Palavra que Deus lhe manda hoje.
 
Deus é o Deus do impossível, Ele ressuscita mortos, Ele cura enfermos, Ele liberta, Ele chama a existência as coisas que não existem para te abençoar.
 
Receba em seu coração e se aproprie desta benção.
 
Dagoberto Prata

0

A coragem de enfrentar seus medos

A coragem de enfrentar seus medos
Diz uma antiga fábula que um camundongo vivia angustiado com medo do gato.
Um mágico teve pena dele e o transformou em gato. Mas aí ele ficou com medo de cão, por isso o mágico o transformou em pantera.

Então ele começou a temer os caçadores.

A essa altura o mágico desistiu. Transformou-o em camundongo novamente e disse:
-- Nada que eu faça por você vai ajudá-lo, porque você tem apenas a coragem de um camundongo. É preciso coragem para romper com o projeto que nos é imposto. Mas saiba que coragem não é a ausência do medo, é sim a capacidade de avançar, apesar do medo; caminhar para frente; e enfrentar as adversidades, vencendo os medos...

É isto que devemos fazer. Não podemos nos derrotar, nos entregar por causa dos medos.

Senão, jamais chegaremos aos lugares que tanto almejamos em nossas vidas...

Autor desconhecido
16

copyright © . all rights reserved. designed by Color and Code

grid layout coding by helpblogger.com