MENU

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Ser sinal de Deus

Márcia tinha uma chefe chamada Elza.
Ela era exigente, mal humorada e muito fechada.
Quando Márcia chegava pela manhã e falava "bom dia", a chefe respondia:
- Por que não chegou mais cedo?
Era uma mulher má. Implicava com tudo.
Até que um dia Márcia se cansou e decidiu se demitir e pensou:
"Vou sair, mas antes vou dizer tudo o que tenho vontade"
Exatamente naquele dia ela estava almoçando quando encontrou Sra.Cleide que disse:
- Bom dia Márcia queria convidar você para um treinamento hoje, você aceita?
Naquele mesmo instante Márcia respondeu:
- Não posso tenho o expediente a cumprir.
- Por que não? Perguntou Cleide e completou:
Isso faz parte da empresa e pior do que está à situação não ficará!
Então Márcia resolveu ir.
Chegando ao treinamento ouviu referências a respeito do perdão. Sra. Cleide dizia:
O perdão é bom para você!
Se você perdoar alguém que o ofendeu ele continua do mesmo jeito, mas você se sentirá bem.
Se você perdoar o mentiroso, ele continuará mentiroso, mas você não se sentirá mal por causa
das mentiras dele.
No fim do treinamento, Márcia concluiu que a sua chefe estava muito doente e precisava de sua ajuda.
No dia seguinte, tomou uma decisão e pensou:
"Não vou deixar que nada atormente meus caminhos.
E não vou abandonar o trabalho que eu gosto.
"E foi as suas atividades...
Chegou e cumprimentou todos com um "olá."
Elza foi lhe perguntando:
- Márcia o que aconteceu que está diferente?
Márcia respondeu:
Então Elza, participei de um treinamento, e agora me sinto muito bem comigo mesma, posso te fazer um convite?
- Depende, respondeu Elza
Então Márcia disse:
- Queria convidar você para tomar chá, no final da tarde.
Naquele mesmo instante Elza espantada disse:
- Chá??? Comigoo??? Você está me convidando para um chá?
- Sim estou, respondeu Márcia!
- Pois bem, irei Márcia! disse Elza.
E foram. Durante o chá, a chefe falou da sua surpresa em ter sido convidada para aquele momento.
Ela sabia que era intratável.
Também falou da sua emoção.
Nunca ninguém a convidara para um lanche, um café.
Acabou falando de sua vida pessoal, de suas dores.
O marido lhe batia, o filho vivia no mundo das drogas.
Por isso ela odiava as pessoas. Era infeliz e agredia.
Semanas depois, era a própria chefe que comparecia ao novo treinamento Sra. Cleide e sentiu sua vida
cada dia mais transformada!!
Amados... Aquele que agride é o que mais precisa de suas palavras.
Peça a Deus que nesta semana você seja uma setinha para todos que você convive e sabe que precisam de Jesus...
 
Mensagem recebida pela newsletter do padre Marcelo Rossi
 

Ser sinal de Deus

Mãe de todo jeito

Tem mãe que ama,
Tem mãe que se esquece do amor.
Tem mãe que adota,
Tem mãe que abandona.
Tem mãe que não sabe que é mãe,
Tem filho que não sabe da mãe.
Tem mãe...
Tem mãe que dá amor.
Tem mãe que dá presente,
Tem mãe por amor,
Tem mãe por acaso.
Tem mãe que se preocupa com os problemas do filho.
Tem mãe que não sabe dos
problemas do filho.
Tem mãe...
Tem mãe que ensina,
Tem mãe que não tem tempo.
Tem mãe que sofre com o
sofrimento do filho,
tem mãe que deixa o filho esquecido.
Tem mãe de todo jeito,
Tem mãe que encaminha o filho,
Tem mãe que deixa no caminho.
Tem mãe que assume,
Tem mãe que rejeita.
Tem mãe que acaricia,
Tem mãe que só pensa nos
negócios.
Tem...
Tem mãe de todo jeito.
E você??
Que tipo de mãe você é??
Eu só quero uma mãe, apenas uma mãe que esteja consciente do AMOR que tem para me dar.

dia das maes mae de todo jeito

Havia um ferreiro que, após uma vida de excessos, resolveu consagrar sua vida a Deus. Durante muitos anos trabalhou com afinco, praticou a caridade, mas, apesar de toda sua dedicação nada parecia dar certo na sua vida. Muito pelo contrário. Seus problemas e dívidas acumulavam-se cada vez mais.

Uma bela tarde, um amigo que o visitara, e que se compadecia de sua situação difícil, comentou:

- É realmente estranho que, justamente depois que você resolveu se tornar um homem temente a Deus, sua vida começou a piorar. Eu não desejo enfraquecer sua fé, mas apesar de toda sua crença no mundo espiritual, nada tem melhorado.

O ferreiro já havia pensado nisso muitas vezes, sem entender o que acontecia em sua vida. Entretanto, como não queria deixar o amigo sem resposta, encontrou uma explicação.

- Eu recebo nesta oficina o aço ainda não trabalhado e preciso transformá-lo em espadas. Primeiro eu aqueço a chapa de aço num calor absurdo, até que fique vermelha. Em seguida, eu pego o martelo mais pesado e aplico golpes até que a peça adquira a forma desejada. Eu a mergulho num balde de água fria e a oficina inteira se enche com o barulho do vapor. Repito esse processo até conseguir a espada perfeita, pois uma única vez apenas não é suficiente.

- As vezes, o aço que chega até minhas mãos não consegue agüentar esse tratamento. O calor, as marteladas e a água fria terminam por enchê-lo de rachaduras. E eu sei que jamais se transformará numa boa lâmina de espada. Nesse caso, eu simplesmente o coloco num monte de ferro-velho que você viu na entrada de minha ferraria.

- Sei que Deus está me colocando no fogo das aflições. Tenho aceito as marteladas que a vida me dá, e às vezes sinto-me tão frio e insensível como a água que faz sofrer o aço. Mas a única coisa que peço é: Meu Deus, não desista de mim, até que consiga tomar a forma que o Senhor espera que eu seja. Tente da maneira que achar melhor, pelo tempo que quiser, mas jamais me coloque no monte de ferro-velho das almas...

Amigo, não se preocupe com as marteladas da vida, ou as provas de fogo a que é submetido. DEUS EM PESSOA está trabalhando o SEU caráter!!!


 

A Ferraria de Deus