MENU

terça-feira, 4 de maio de 2010

Acredite,você pode!

Todos os homens possuem um espirito humano que anela por Deus

Versículos Bíblicos

Atos 17:27 - para que eles pudessem buscar ao Senhor, se, porventura, tateando, eles pudessem achá-Lo; ainda que Deus não estivesse longe de cada um de nós; (28) porque Nele vivemos, e nos movemos, e existimos, como também alguns dos poetas entre vós têm dito: porque Dele também somos geração.

João 4:24 - Deus é Espírito. E importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade.

Texto explicativo

De acordo com a Bíblia, foi Deus quem criou o homem (a humanidade). Não há como negar tal verdade. Como Criador, Deus é a fonte da humanidade. Em Gênese 2:7 diz: "O Senhor Deus formou o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego de vida; daí, o homem tornou-se uma alma vivente." Primeiramente Deus usou o pó da terra para formar corpo físico do homem, e então Ele soprou naquele corpo o fôlego de vida. Como resultado, o homem tornou-se uma alma vivente. Observem que não houve apenas uma ordem divina para criar o homem (como ocorre com outros itens da criação), mas muito mais houve um envolvimento pessoal da Trindade na criação do homem. Em nenhuma outra parte da Bíblia existe qualquer menção de que Deus tenha, por exemplo, soprado o fôlego de vida em animais. Apenas na criação do homem ocorreu tal fato especial; isto é, o homem recebeu um fôlego de vida oriundo do próprio Deus. Em outras palavras, esse fôlego de vida é o espírito do homem que foi soprado pelo próprio Deus. Algo de Deus foi colocado no homem quando de sua criação. Portanto, todos os homens possuem um espírito humano cuja função é adorar a Deus.

Em Provérbios 20:27, temos o termo “espírito” (referindo-se ao espírito humano) o qual possui a mesma grafia do termo hebraico utilizado para "fôlego" (em Gn 2:7). Isto demonstra que o fôlego de vida soprado por Deus no homem (Gn 2:7) é o próprio espírito humano descrito em Provérbios 20:27. Este fôlego de vida tornou-se o espírito do homem. O que desejamos enfatizar é que Deus criou o homem com um órgão especial: o espírito humano. Por isso não podemos negligenciá-Lo. Todo homem, por pior que seja a sua situação, possui algo de Deus em seu interior quando de sua formação original. Por isso, temos que crer que todo ser humano tem sede de Deus. Se, por ignorância, tal homem não adora ao próprio Deus isso decorre da confusão do pecado; mas o seu espírito humano ainda assim tem anseios por Deus. Nos versículos logo acima, Paulo fala daqueles homens que buscavam a Deus de forma vacilantes e errônea, ignorando que possuíam em si próprios um espírito humano para contatar o próprio Deus. Por ignorarem o espírito humano (criado para receber o Espírito Deus) muitos chegam a pensar que através do tato podem tocar em Deus, quando na verdade possuem um órgão especial para tal fim. Mas, infelizmente, tal homem decaiu e perdeu a sua capacidade de comungar-se com Deus; razão pela qual se vêem perdidos adorando o que nem sequer conhecem.

Portanto, Deus fez o homem de maneira bem diferente do resto da criação. Para criar os outros elementos da natureza (plantas e animais), Deus simplesmente ordenou e tais coisas vieram a existir; mas para criar o homem, Deus o fez de maneira diferente e especial. Ao criar o homem, Deus soprou algo de Si dentro do homem. Deus soprou no homem o fôlego de vida, o qual se tornou o espírito do homem. A função do espírito humano é fazer com que o homem tenha contato com Deus. É a partir do espírito humano que o homem sente fome e sede de Deus. Agora, sim, podemos falar da regeneração. A regeneração é a união do espírito do homem com o Espírito Santo de Deus por meio da redenção de Cristo. O pecado, quando introduzido na humanidade, fez separação entre Deus e o homem, pois o espírito humano foi mortificado pelo pecado. Mas, no tempo, Cristo veio para restaurar aquilo que havia sido perdido. Cristo morreu na Cruz para solucionar a questão da relação do homem com Deus. A questão do pecado foi tratada e, ao crer em Cristo, o espírito do homem novamente ganha vida. A comunhão entre Deus e o homem ocorre quando o Espírito Santo tem contato com o espírito humano... o resultado disso é vida e paz e muito mais...
 
Pedro Augusto
Facilitador de Casais

A DESCOBERTA!